FANDOM


History Kounat 2.jpg

O Martelo de Ernas destruindo Calnat.

O Martelo de Ernas ou Martelo de Ernasis era uma arma catastrófica que pertenceu ao reino de Calnat. Ele tem poder suficiente para combater as Criadoras de Ernas.

A arma foi usada pela primeira vez para acabar com a primeira guerra demoníaca, que ocorreu muito tempo atrás. Ele foi usado como último recurso, quando as forças demoníacas de Elyos foram demais para os Calnatianos e para as Deusas. Fortificado pelo poder de Ernasis, Lisnar e Armenian, o Martelo dizimou quase toda a infantaria demoníaca e feriu gravemente seu líder. No entanto, o poder das Deusas foi fortemente drenado e o martelo foi forçado a ser retirado da batalha.

O Martelo de Ernas foi usado novamente pelo primeiro-ministro Calnatiano Bardinard, agora conhecido como Astaroth. 600 anos antes, Bardinard adquiriu a Bíblia da Revelação, um tomo lendário que continha todos os segredos sobre Ernas, incluindo o seu Criador. Levado pela ambição, ele queria se tornar o novo Criador e procurou poder. Bardinard adquiriu o Martelo, a Pedra da Alma, e as Essências demoníacas, e planejou fundí-los para obter a última arma para alcançar seu objetivo. Infelizmente, Bardinard percebeu tarde demais que a Pedra da Alma só poderia ser controlada pela Família Real de Calnat, os únicos que foram capazes de suportar o Geas imposto pelos deuses, e assim, perdeu o controle da arma. Até então, o martelo ficou completamente instável e resultou uma gigantesca explosão que destruiu Calnat. Estes eventos inadvertidamente também geraram a guerra entre os Anões e os Elfos no Continente de Arquimídia, já que a explosão matou ambos os seus lideres; eles acusaram uns aos outros pelo incidente e estiveram lutando uns contra os outros desde então.

Apesar desta perda, Astaroth não desistiu de sua meta. Atualmente, ele recria a Pedra da Alma através das Essências dos Deuses e tenta readquirir o Martelo de Ernas. Além de seus objetivos, Astaroth planeja destruir Ernas para depois recriar à sua própria imagem.

No Império de Astaroth, Astaroth consegue reconstruir com sucesso o Martelo de Ernas e usa seus poderes para fortalecer sua forma humana e se transformar em um demônio e em um deus. Porém, já que a arma está sem a chave, Astaroth sucumbe aos poderes da Grand Chase e da cópia da Bíblia da Revelação usados por Caxias Grandiel. Porém, o Martelo de Ernas de repente teleporta sua chave, Mari, para o campo de batalha, mas Duel aparece imediatamente depois e impede que o Martelo fique completo. Grandiel usa a Bíblia da Revelação e se sacrifica para selar a si mesmo, Astaroth e o Martelo de Ernas em seu Fantasma (Torre das Ilusões) para toda a eternidade.

TrivialidadesEditar

  • O Martelo de Ernas é muito parecido com a Coroa de Horus.
    • Ambos são artefatos antigos poderosos.
    • Ambos são divididos em fragmentos. O Martelo de Ernas requer a Pedra das Almas que é formada por todas as Essências dos Deuses; a Coroa de Horus é dividida em três pedaços.
    • Ambas concebem aos que os carregam poderes semelhantes aos de um deus.
    • Na batalha final, ambos os itens e seus usuários desaparecem. Astaroth e o Martelo de Ernas são selados por Caxias Grandiel/ Barakhufu e a Coroa de Horus são destruídos.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória